Mercado do boi em queda, como garantir o lucro?

0
33
Confinamento Monte Alegre.
Foto: Reprodução / Confinamento Monte Alegre.

O mercado do boi segue pressionado e o pecuarista que tem os animais prontos quer saber qual melhor hora para vender, certo?

Diante de um mercado que tem suas oscilações influenciadas por inúmeros fatores, encontrar o momento certo para garantir uma alta lucratividade é crucial para manter o caixa sempre positivo. Para fazer isso é preciso ter uma segurança e minimizar os riscos de mercado.

Vamos fazer uma análise criteriosa sobre as causas que vêm afetando e que futuro temos pela frente. Para poder elucidar melhor o assunto, trazemos aqui alguns pontos que o Alberto Pessina, criador do Pecuária de Decisão, levantou nessa análise sobre o tema.

Cenário Mundial

Segundo informações do Pecuária de Decisão, “o Fundo Monetário Internacional (FMI) revisou para baixo o crescimento do PIB Global, com maior impacto sobre os países emergentes. A onda de maior protecionismo, o aumento das tensões geopolíticas e a piora das condições financeiras de algumas economias emergentes têm sido as principais causas desta desaceleração. As economias mais afetadas são aquelas que possuem mais relações comerciais com o mundo, como Europa e China. As que importam petróleo e sofrem com o aumento dos preços internacionais e as com condições financeiras ruins. O Brasil já está sentindo esses impactos por canais indiretos como aumento dos combustíveis, inflação e redução no crescimento do país, o que impacta na geração de empregos e, consequentemente, no consumo de carnes”.

Cenário Interno

Temos um ano político e, principalmente, um ano com grandes mudanças dentro do Brasil. Toda essa movimentação política, tem gerado uma grande oscilação do mercado e, consequentemente, no valor da nossa moeda. Além disso, temos um mercado interno com baixo consumo para a carne bovina, ou seja, o poder de compra tem estado abaixo do esperado.

“O apoio da população a candidatos com planos econômicos que direcionam o país ao crescimento é essencial para equilibrarmos este cenário. Estes planos necessitam focar em crescimento, reformas e apoio à recuperação das indústrias, do comércio e privatizações”, enfatiza Pessina.

Alguns dias atrás, o Pecuária de Decisão recomendou a venda com mais força e o resultado foi mais lucro no bolso do produtor. Confira no vídeo:


Pecuária de Decisão – Alberto Pessina

Exportação

O mercado externo está aquecido, ou seja, tivemos no último levantamento um aumento no número de exportações que saiu de 20% para 30% da carne produzida. Onde isso influencia? Pois bem, precisamos agradecer e cada vez mais olhar com respeito para o mercado externo. Com um mercado interno fraco, os preços da carne estão subindo graças ao mercado externo, que apesar de representar uma porção menor da demanda, tem auxiliado a enxugar o mercado interno e elevar os preços.

Gráfico 1 - Preços do Equivalente Carcaça do Boi Gordo (Carne).
Fonte: Pecuária de Decisão.
Gráfico 1 – Preços do Equivalente Carcaça do Boi Gordo (Carne).
Fonte: Pecuária de Decisão.
 Gráfico 2 - Recomendação de Venda de Boi Gordo realizada na plataforma dia 04/10/18.
Fonte: Pecuária de Decisão.
Gráfico 2 – Recomendação de Venda de Boi Gordo realizada na plataforma dia 04/10/18.
Fonte: Pecuária de Decisão.

Para finalizar, Pessina ressalta que, se tivéssemos um mercado interno forte, que representa 70% da demanda, esta alta de preços seria muito maior.

Confira o vídeo completo abaixo:


Pecuária de Decisão – Outubro de 2018

Quer saber quando vender ou comprar seus animais? Clique aqui e descubra o segredo para obter máxima lucratividade do mercado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here