fbpx
Início Agricultura 5 passos para ter o controle definitivo do seu fluxo de caixa

5 passos para ter o controle definitivo do seu fluxo de caixa

203
0
Trator preparando o solo perto de uma árvore.

O fluxo de caixa é uma ferramenta que relata a entrada e a saída de dinheiro dos negócios dentro de um prazo pré-determinado. E todos sabemos que é fundamental ter controle sobre ele.

Quando se fala do agronegócio, o fluxo de caixa aparece como uma atividade que vem ganhado destaque. Além disso, ela possui algumas particularidades. Isso se dá pelo fato de cada atividade exercida pelo produtor rural demandar uma perspectiva de fluxo de caixa diferente.

Por sua grande importância e buscando melhorar cada vez mais suas atividades dentro do agronegócio, a Agromove entrevistou o graduando em Engenharia Agronômica Henrique de Jesus Fernandes.

Introdução

Henrique de Jesus Fernandes, é atualmente graduando do 5º ano em Engenharia Agronômica pela ESALQ-USP. Trabalhou com planejamento e organização financeira na empresa Focus Coworking Space localizada em Damietta – Egito, no ano de 2019. E estagiou na empresa júnior ESALQ Jr. Consultoria com o agronegócio, em finanças rurais e análise de investimentos (2018 -2020).

Questões

Agromove: Por que é tão importante controlar o fluxo de caixa?

Henrique Fernandes: O fluxo de caixa é importante para que você consiga acompanhar melhor tudo o que está acontecendo na sua empresa, basicamente, é uma forma simples e eficiente de controlar a entrada e saída de dinheiro de maneira detalhada e personalizada, facilita muito o planejamento.

AG: O que o produtor rural precisa saber sobre o fluxo de caixa?

HF: O agronegócio está sempre em mudança, o que pode gerar dúvidas e inseguranças no produtor rural. Com o fluxo de caixa você têm mais certeza do que está acontecendo na sua produção, é uma maneira de se planejar com antecedência e saber exatamente onde é possível cortar gastos, por exemplo.

AG: Como o fluxo de caixa pode ajudar na gestão da minha fazenda?

HF: O fluxo de caixa é a base de tudo o que acontece na fazenda, com ele é possível saber todo o histórico de entrada e saída de dinheiro e a partir disso fazer uma projeção do futuro. Por exemplo, na hora de comprar ou alugar um trator, iniciar uma nova produção ou reformar a pastagem, a ajuda do fluxo de caixa está na tomada de decisão com maior assertividade, minimizando os riscos e focando nas prioridades.

AG: Existe algum cuidado específico que deve ser tomado com relação ao fluxo de caixa do agronegócio?

HF: Sim, com certeza! Não é possível fazer tudo pelo fluxo de caixa e confiar 100% nele, o produtor deve contar com o auxílio de alguém experiente nesse assunto sempre que possível. Além disso, o meio rural está muito sujeito a variações nos preços dos insumos, fatores climáticos que podem afetar totalmente a produtividade, variação do dólar ou até mesmo erros de aplicação de produtos, tudo isso pode afetar muito a rentabilidade para mais ou para menos do planejado, por isso é sempre bom tomar cuidado e prever essas variações com base nos padrões da safra dos últimos anos em variações que podem ser pessimistas ou otimistas, dependendo das condições em que se encontra.

AG: Em um texto, a MPrado comenta um pouco sobre o fluxo de caixa no agronegócio e fala sobre a subdivisão do fluxo de caixa em categorias personalizadas. Como seria feita essa subdivisão?

Texto da MPrado “A importância do fluxo de caixa na agricultura”

HF: A subdivisão é feita principalmente levando em conta as características únicas de cada produção, por exemplo, se a gente comparar o fluxo de caixa para uma produção de algodão com outro de uma produção de soja, vamos ver que o período de aplicação, época de plantio, e o planejamento em si muda muito, isso porque os ciclos das duas culturas são diferentes e isso deve ser levado em conta.

Uma maneira de dividir as categorias é, primeiramente, pensar em todos os custos existentes para o manejo de uma cultura em específico, quais são os gastos que ocorrem durante todo o ciclo da cultura, despesas com insumos, contratação de mão de obra, depreciação, manutenção, transporte e fazer o levantamento de outras contas existentes na fazenda, o que pode ser feito junto com o planejamento da produção.

Após todo o levantamento das despesas, é importante pensar em quais as fontes de renda provenientes daquela cultura em específico, por exemplo, preço da saca, qual a produtividade atingida e precificar o lucro para então, fazer a subdivisão do fluxo de caixa em categorias, que podem ser, além de despesas fixas e variáveis, adubos, herbicidas, custos com a suplementação de bovinos, por exemplo, impostos e ir conferindo o que pode ser feito para facilitar a identificação das subcategorias mensalmente, para que o controle seja ainda maior. O fluxo de caixa ideal para o produtor é aquele que é detalhado e fácil de entender, ele deve ser sempre utilizado e atualizado.

AG: Quais destas subdivisões são mais adequadas para o meio agrícola?

HF: Todas elas são importantes. Além de dividir em despesas fixas e variáveis, é importante separar de acordo com o seu uso. Para que fique o mais intuitivo possível, as subdivisões mais comuns são: instalações, insumos, serviços, transporte, alimentação e suplementação animal, gastos com maquinário e depreciação.

AG: O fluxo de caixa pode ser utilizado de diversas formas para auxiliar na gestão. Quais formas você recomenda para o produtor rural?

HF: O fluxo de caixa é uma ótima maneira de prever e planejar o crescimento de uma fazenda, analisar a viabilidade econômica de novos investimentos, corte de gastos, conseguir ver de uma maneira muito mais clara de onde está vindo o maior lucro da empresa nos diferentes períodos do ano, ressaltando os principais pontos de atenção. Ou seja, auxilia no dia a dia de trabalho no campo e o conduz ao sucesso, para que seja possível aprimorar os processos básicos, aumentar a produção e a rentabilidade da atividade, muito importante para se manter competitivo no agronegócio.

AG: Como é possível gerar um lucro sustentável, ou seja, previsível, no agronegócio tendo o fluxo de caixa como ferramenta?

HF: Para que o lucro seja sustentável e previsível, é preciso estar preparado para os diferentes cenários que podem ocorrer. Ou seja, é preciso sempre contar com, no mínimo, três cenários diferentes para cada item que pode variar: o pessimista, o realista e o otimista.

Levando em consideração a produtividade, custos no combate de pragas e doenças, variações climáticas, o preço do combustível ao longo do ciclo de produção, pois assim é muito mais fácil de prever o que pode ou não afetar a rentabilidade na produtividade esperada.

Você quer aprender sobre Mercado Futuro e Opções de Futuros na Pecuária de Corte? Montar operações de proteção para os custos de seus insumos🌽!

AG: Existe, hoje, alguma ferramenta ou plataforma que auxilia na gestão do fluxo de caixa da fazenda?

HF: Existe sim, além dos programas básicos como Excel ou planilhas Google, existem muitos modelos na internet para se basear, eu recomendo sempre pesquisar e entender melhor a empresa fornecedora do modelo, além disso, contratar uma empresa de confiança com profissionais competentes para auxiliar na implantação do fluxo de caixa na fazenda é muito importante também.

AG: Quais são os 5 passos mais importantes para ter o controle definitivo do fluxo de caixa?

HF: Como o fluxo de caixa é a base dos processos administrativos de um negócio, no meio rural não poderia ser diferente. Se formos parar para pensar, como é uma ferramenta muito simples de ser utilizada, os cinco passos mais importantes para ter o controle definitivo do fluxo de caixa são:

1. Verificar o saldo da sua conta.

2. Fazer o levantamento de todas as despesas, contas a pagar, das dívidas da fazenda e dos lucros.

3. Registrar os valores das despesas atualizadas e de todos os desembolsos existentes.

4. Registrar os valores atualizado das entradas de caixa.

5. Atualizar o seu fluxo de caixa sempre, diariamente se possível, para que ele possa realmente ajudar na gestão da sua fazenda.

AG: Existe alguma conclusão ou mensagem que você gostaria de deixar para os leitores que estão acompanhando este artigo?

HF: O fluxo de caixa é uma ferramenta muito completa para a gestão de uma fazenda, não importando o tamanho dela, ele vai ajudar muito. Mas vale lembrar que ele é só uma das ferramentas de gestão de negócios existentes no mercado e que pode auxiliar muito o dia a dia do produtor rural, portanto, é sempre importante também atualizar as informações diariamente e o auxílio de um profissional para que este método possa ser implementado da maneira correta e seu uso não fique obsoleto.

O agronegócio brasileiro está crescendo, precisamos nos modernizar e atualizar as ferramentas utilizadas na gestão das fazendas para que possamos ser mais competitivos, o fluxo de caixa é uma maneira fácil de iniciar essa modernização da gestão agrícola e se preparar para o futuro.

Você tem mais perguntas para o Henrique Fernandes?

Seu e mail para contato é: [email protected]

Ele também pode ser encontrado no Instagram: @jesus.henrique

no Facebook: Henrique De Jesus

e no LinkedIn: Henrique Fernandes

Envie suas perguntas e conheça mais o trabalho deste excelente profissional!

>> Leia mais entrevistas em: “Conversa com especialista: Produção e Conservação de Silagem”. Nesta entrevista, Paulo Stacchini nos dá uma aula completa sobre silagem.

>> Leia mais entrevistas em: “Conversa com especialista: Crédito Rural, como funciona?”. Nesta entrevista, Gustavo Ubida e Eduardo Teixeira falam como funciona o Crédito Rural. Quem pode pedir e por que ele é utilizado pelos produtores.

>> Leia mais entrevistas em: “Conversa com especialista: Sucessão familiar, refletindo o seu futuro a longo prazo”. Onde Daniel Pagotto nos conta um pouco mais sobre a importância da organização nos processos relacionados com a sucessão familiar.

>> Leia mais entrevistas em: “Conversa com especialista: As fábricas de ração na fazenda e a alimentação de qualidade para a pecuária brasileira”. Onde Antônio Sérgio Prandini responde as principais dúvidas sobre a implementação de uma fábrica de ração dentro da fazenda e sua viabilidade.

Restou alguma dúvida? Deixe seu comentário abaixo!

Você conhece as Novas Plataformas Inteligentes Agromove? Tenha muito mais que as Cotações do Boi Gordo, Milho e Soja atualizadas diariamente em suas Mãos!

Nova Plataforma Agromove
Nova Plataforma Inteligente Agromove

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here