Pastagens prejudicadas: Como fica o boi gordo?

2
103
Pastagem degradada.
Foto Divulgação.

O clima tem prejudicado a maior parte das pastagens do Brasil, além de ter afetado significativamente a produção de grãos. E o boi gordo deve começar a sentir. Veja!

O mercado do boi gordo segue sem muita firmeza, como apontamos desde o início de janeiro. As pressões de ambos os lados é grande, frigorífico tentando segurar o preço e o pecuarista com oferta restrita.

Com uma maior pressão de algumas praças, observamos algumas flutuações nas cotações, principalmente pelo maior consumo na primeira quinzena do mês. Estamos ainda com uma grande adversidade climática que tem prejudicado a maior parte das pastagens e a produção de grãos no país. Esse fator pode influenciar para cima ou para baixo as cotações?

O especialista em Mercado, CEO da Agromove e criador do Pecuária de Decisão, Alberto Pessina, responde pra gente esse importante tema: Clima prejudica pastagens e pode pressionar cotações do boi gordo.

“Do lado da oferta, também devemos estar atentos com a piora nas condições das pastagens, em razão da forte seca que atinge o país. Isto pode aumentar a oferta de animais para abate. O final do ciclo de bezerros, também pode trazer mais vacas para abate e pressionar a oferta”, ressalta Pessina.

Quer saber tudo sobre o mercado do boi e quais as expectativas para essa semana? Confira o vídeo abaixo!

Figura 1. Tendência do Boi Gordo em SP.

Tendência do Boi Gordo em SP.
Fonte: Agromove.
Tendência do Boi Gordo em SP.
Fonte: Agromove.

Veja o vídeo exclusivo da Agromove:

Clima prejudica pastagens.

Quer saber até quando o preço irá subir? Até quando você deve esperar para comprar/vender pelo melhor preço? Mande seu e-mail ou acesse o link abaixo e descubra qual o melhor momento para negociar seus animais e insumos e MAXIMIZAR seus lucros!

  • Conheça o Pecuária de Decisão, a ferramenta que te ajuda a tomar decisões lucrativas! Clique aqui!

Matéria produzida pelo Compre Rural em parceria com a Agromove.

2 COMENTÁRIOS

    • Bom dia Luiz, obrigado pela pergunta.

      O ponto que destacamos no artigo “Relações de troca na Pecuária, tendem a piorar. Como gerenciar a sua reposição?” é que os momentos de compra e venda devem ser trabalhados em momentos diferentes. Pois, quando o boi gordo está barato, normalmente o boi magro também está barato, e portanto um bom momento para se comprar. Porém, um mal momento para se vender.
      Muitas pessoas trabalham a relação de troca como forma de pensar sua reposição, porém o que temos visto, é que em alguns momentos a relação de troca está ruim, pois o preço do boi caiu. No entanto, este é um excelente momento para se repor animais. Observe o momento de junho/2017, onde a relação de troca estava ruim devido à queda no preço do boi.
      Em outros momentos a relação de troca está ruim, pois o preço do bezerro está caro e portanto, devemos tomar cuidado com a reposição. Ou seja, para fazermos uma boa reposição, devemos entender em que momento estamos do mercado, e o porque a relação de troca está boa ou ruim. Para então, decidirmos qual a oportunidade devemos aproveitar.

      Além disto, o mercado do boi gordo costuma oscilar 10% entre a máxima e mínima em um ano. Porém, em alguns momentos estas oscilações podem ser maiores e muito rápidas. Em 2017, o boi subiu R$ 20,00/@, em apenas 50 dias. Imagine se você soubesse que o mercado estava barato e fizesse a reposição neste momento, mas deixa-se para vender a sua produção 50 dias depois? Como ficaria a sua relação de troca? E o seu lucro?

      Enfim, para encontrar o melhor momento para comprar e vender a sua produção e maximizar o seu lucro é necessário entender o que está acontecendo no mercado, utilizar seu sistema de produção e ferramentas de gestão para aproveitar as oportunidades. Simplesmente produzir para vender quando a produção estiver pronta definitivamente não é uma boa estratégia. O produtor brasileiro aprendeu a produzir, mas não a comercializar, e por isto, é tão comum ouvirmos reclamações dos outros elos da cadeia.

      No PECUÁRIA de DECISÃO, trabalhamos estes eventos com Cenários e a Probabilidade de Queda dos Preços. Quando ela está baixa, nos indica que não devemos vender os animais. Quando ela está alta, indica que estamos próximos a momentos de venda.
      Quando puder, baixe nosso E-Book Gratuito Pecuária Inteligente e veja como trabalhamos as oportunidades de mercado.

      Fico a disposição para maiores esclarecimentos

      Abraço,

      Alberto Pessina

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here