fbpx
Início Artigo Bem estar animal dos animais de produção

Bem estar animal dos animais de produção

115
0
Imagem da matriz e sua cria. Bem estar animal.
Foto: @ilzinhaporto.

Bem estar animal é um conceito amplo e está relacionado com as condições oferecidas aos animais de produção para que tenham qualidade de vida. Um animal está em bom estado de bem estar se ele está saudável, confortável, bem alimentado, seguro, hábil para expressar seu comportamento normal, e não estar sofrendo dor, medo ou aflição.

O bem estar animal requer: prevenção de doenças, tratamento veterinário, manejo nutricional, instalações adequadas, e finalmente um abate ou eutanásia humanitário.  A Associação Mundial de Veterinária (World Veterinary Association) adotou “Cinco Liberdades” consideradas requisitos ao bem estar animal:

  1. Estar livre de fome e sede, ou seja, todo animal deve ter acesso a água e alimento adequados de acordo com suas necessidades;
  2. Estar livre de desconforto, tendo um ambiente adequado que permita descanso e abrigo;
  3. Estar livre de dor, doença ou injúria, e caso necessário, receber o atendimento e suporte indicado;
  4. Ter liberdade para expressar os comportamentos naturais da espécie, ou seja, condições de seguir seu instinto no ambiente em que está inserido;
  5. Estar livre de medo e estresse.

O que eu posso fazer para adequar a minha criação nessas “Cinco Liberdades” e qual benefício eu terei como produtor?

Introdução

Já está comprovado cientificamente que os animais sentem emoções diante das situações em que são expostos. Sendo assim, a premissa de que os animais são vistos apenas como recursos a serem empregados visando a produção e o lucro, tem sido questionada sobre a ótica do bem estar para atingir estes objetivos.

Além do aspecto moral, assegurar um ambiente com menor estresse aos animais gera um produto de melhor qualidade na alimentação. É preciso se atentar a questões como genética, qualidade das instalações, bioclimatologia e todos os outros fatores envolvidos com a qualidade de vida, sempre pensando na espécie animal em questão.

Por muito tempo, acreditou-se que o bem estar animal e alta produtividade não podiam caminhar juntos, porém estudos têm demonstrado que o manejo animal com sofrimento e estresse reflete negativamente na qualidade e na produtividade dos alimentos, além de aumentar a incidência de doenças. Entretanto, sabe-se que o aumento do bem estar animal pode levar a um aumento dos custos para o produtor, por isso é importante lançar mão de novas tecnologias que visem o aumento de produção e também confiram um grau satisfatório de bem estar dos animais, sempre destacando que um produto de qualidade superior será mais valorizado no mercado.

A visão dos consumidores em relação ao bem estar animal

Há uma tendência social de maior consciência em relação ao bem estar animal e a qualidade dos alimentos que consomem. Priorizam meios de produção que minimizem ou evitem tratamentos químicos ou hormonais preservando a saúde humana, além de técnicas de manejo animal mais humanizado. Isto reflete num conflito entre os interesses dos animais e dos humanos e cabe à sociedade fazer esta escolha.

Os consumidores que optarem e “puderem optar” pagando mais caro por um produto que agregue o componente ético, levarão os pecuaristas a eliminar a adoção de técnicas de criação estressantes para os animais, pois mesmo que o custo de produção seja maior o valor de mercado também será. Existe uma parte da população, principalmente relacionada ao mercado internacional, que está disposta a consumir produtos de qualidade superior e provenientes de um sistema de produção que leva em consideração as questões éticas e ambientais.

Instalações e manejo voltados para o bem estar animal

Os fatores relacionados ao estresse durante o manejo animal são: genética, diferenças individuais e experiências prévias. Esses estressores podem acarretar uma redução no ganho de peso, um baixo desempenho reprodutivo, redução da resistência a doenças e, por conseguinte, um produto com qualidade inferior.

O habitat em que o animal está inserido também interfere no seu nível de estresse, por exemplo, currais com uma estrutura inadequada geram influência negativa. Já currais bem estruturados e planejados, considerando os princípios de comportamento animal são mais seguros, eficientes e menos estressantes.

Bebedouros e cochos de tamanho certo, ventiladores que permitam uma boa vazão de ar a pisos de grade que não danifiquem patas e cascos, são tecnologias presentes nos equipamentos para prover e preservar o conforto animal.

Cocho protegido da chuva e com sobrite para o bem estar animal
Cocho protegido da chuva e com sobrite para o bem estar animal. Foto: Adriano Garcia.

Outro estressor que merece destaque são os ambientes quentes, por isso vêm surgindo práticas destinadas a reduzir tal desconforto. Práticas simples como o fornecimento adequado de água e o acesso dos animais a sombra são os primeiros passos que devem ser considerados.

Enriquecimento ambiental

Alguns sistemas atuais de criação intensiva, principalmente de aves e suínos, utilizam métodos de produção de alta densidade e métodos de manejo que visam diminuir os custos, mas sem considerar o bem estar dos animais. Nesses sistemas, os animais ficam impossibilitados de expressarem seu comportamento natural, acarretando sentimento de frustração e/ou agressividade.

Para esses casos, existe uma conduta para melhorar o bem-estar animal conhecido como “enriquecimento ambiental”, que consiste em introduzir melhorias no confinamento, com o objetivo de tornar o ambiente mais adequado às necessidades comportamentais dos animais. Essas melhorias consistem em colocar objetos, condições e materiais visando o conforto. Alguns exemplos dessa conduta são a colocação de palha no piso, a utilização de gaiolas parideiras para as porcas, com espaço suficiente para a matriz poder virar-se, entre outras práticas que visam tornar o habitat o mais adequado possível.

Bois no confinamento
Foto: Confinamento VFL – Brasil.

Garanta uma nutrição de qualidade

A nutrição é uma das práticas que merecem mais destaque no que diz respeito ao bem estar animal. A oferta de alimentação balanceada com os nutrientes necessários é de suma importância para a qualidade do produto final. Isso porque a qualidade do alimento está diretamente relacionada à digestibilidade dos animais. Quanto maior sua digestibilidade maior será a sua eficiência alimentar, ou seja, a sua capacidade em converter os nutrientes em produto de qualidade. Além disso, uma boa alimentação garante mais vigor e saúde, diminuindo a necessidade de medicações.

Mantenha o status sanitário

A saúde dos animais é pré-requisito indispensável. A vacinação deve estar em dia e as patologias devem ser tratadas o mais rápido possível. Animais doentes devem ser imediatamente isolados dos plantéis e rebanhos e receberem tratamento separadamente. A propriedade deve ser limpa e com controle de zoonoses, bem como os funcionários devem estar devidamente saudáveis e paramentados.

Você quer aprender sobre Mercado Futuro e Opções de Futuros na Pecuária de Corte? Montar operações de proteção para os custos de seus insumos🌽!

Invista na capacitação e qualidade da equipe

Funcionários bem informados são mais eficientes e contribuem de maneira positiva na criação dos animais. Eles devem conhecer as particularidades das espécies com que lidam e ter conhecimento de boas práticas de manejo.

Conclusão

Mesmo que o manejo da criação visando o bem estar animal leve um aumento de custos ao produtor, o mesmo deve colocar na balança os benefícios que ele traz. Atualmente, há uma tendência dos consumidores prezarem cada vez mais por mercadorias produzidas de forma ética e sustentável e estão dispostos a investir nessa ideia, além de que a aplicação dessas práticas leva a produtos de maior qualidade. Sendo assim, um produtor que investe no bem estar animal está investindo também no seu lucro.

Quero conhecer o curso Lucrar Alto Fora da Porteira

Quer aprender a explorar as oportunidades que as oscilações de commodities oferecem? Conheça as Plataformas Inteligentes Agromove, uma ferramenta prática e muito fácil de usar, que auxilia os produtores a aumentarem o seu lucro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here